Campanha de Vacinação Antirrábica terá 94 postos de vacinação espalhados pelo município neste sábado (3).

A Prefeitura de Montes Claros disponibilizará no sábado (03) a vacina antirrábica gratuita para cães e gatos. A Campanha de Vacinação Antirrábica terá 94 postos de vacinação espalhados pelo município, e espera receber 55 mil animais; serão 98 postos sede e 26 itinerantes, atendendo de 8h às 17h.

Dos 55 mil animais que o Centro Controle de Zoonoses (CZZ) espera vacinar, 50 mil são cães e os outros cinco mil, gatos. A vacina deve ser aplicada em ambas as espécies, a partir do 3º mês de idade.

O dono deve comparecer ao posto mais próximo de sua casa, levando o animal em guias e coleiras próprias, ou em caixas receptoras. Dependendo do porte e agressividade do cachorro, deve ser colocado a focinheira no mesmo, protegendo os agentes e veterinários. Para os felinos, são recomendados sacos de linhagem e caixa, sendo esta última mais segura.

Para vacinar o animal é preciso que ele esteja saudável. O dono deve chegar ao posto, dizer se o animal é macho ou fêmea, e a idade. Não é preciso levar documentos durante a vacinação. Fêmeas gestantes não podem ser vacinadas, pois o medicamento poderá atrapalhar os fetos que estão em desenvolvimento, de acordo com a veterinária.

“Não é recomendado vacinar fêmeas durante a gestação. A vacinação é um estímulo para o organismo produzir anticorpos contra aquela doença em específica, como acontece quando o animal está doente. No momento da gestação, o organismo da fêmea está focado na formação perfeita dos fetos, e fazer a vacinação nesse momento poderia sobrecarregar o organismo do animal”, explica a veterinária Hilda Carvalho Mendes Capuchinho.

Proteção
Segundo o coordenador do Centro de Zoonoses, a função da vacina antirrábica é proteger o animal da doença, além de proteger o proprietário e pessoas que convivem com o cão ou gato. Por serem animais domésticos, com mais contatos com humanos, eles devem ser imunizados.

“Este animal vai estar imunizado contra o vírus durante um ano, assim, ele e a família estarão protegidos. Esse vírus pode ser transmitido para o ser humano e pode leva-lo a óbito. A importância da vacinação nestes animais é também porque eles têm mais contato com o ser humano”, afirma o coordenador do CCZ, Flamarion Cardoso Gualberto.

O animal que tomar a vacina pela primeira vez deve ser levado na sede do CCZ após 30 dias para um reforço da dose, que também é gratuita, na Avenida Antônio Lafetá Rebelo, 1371, Bairro Santa Lucia II, em Montes Claros.

Comunidades rurais:
18 de agosto – Lagoinha e locais próximos, Planalto e Olhos d’Água
25 de agosto – Samambaia, Chácara das Paineiras e Santa Bárbara
1º de setembro – Aparecida do Mundo Novo, São Pedro das Garças e Nova Esperança.
Para mais informações, os interessados devem entrar em contato através do telefone (38) 2211-4400.

*Sob supervisão de Adriana Lisboa

Fonte e Fotos: G1/InterTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *