Duelo vira prova de fogo para o técnico e jogadores do Atlético, que vem de queda na Sul-Americana e de seis derrotas seguidas no Brasileiro

Em circunstâncias normais, o jogo deste domingo contra o Ceará, às 19h, no Independência, seria oportunidade ideal para que o Atlético reencontrasse sua fanática torcida em alto-astral.

Mas depois da eliminação nas semifinais da Copa Sul-Americana, os jogadores e o técnico Rodrigo Santana sabem que a pressão pelo resultado positivo e por um desempenho satisfatório será grande. Sem vencer pelo Nacional desde os 2 a 1 sobre o Fluminense, em 10 de agosto, o Galo tenta interromper em casa o recorde negativo de seis derrotas consecutivas na era dos pontos corridos.

Fonte/Fotos: Grande Minas/InterTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *