Fale menos, escute mais! Está deve  ser a meta do comportamento. Fomos presenteados com diversas habilidades, dentre elas, a capacidade de falar e a de escutar, bem como a de fazer ou deixar de fazer.

Sobre tais habilidades, alguns sinais são demonstrados pelo próprio corpo, de forma a externar como elas, as habilidades, deverão ser usadas.

Assim, é fácil observar que os humanos possuem, em sua origem, dois ouvidos e apenas uma boca, bem como pernas e braços em duplicidade.

Assim, em nosso corpo há a mensagem facilmente traduzida como “fale menos, escute e faça mais”, portanto, mãos (e também pés) à obra.

Não se esqueça, também, de ser um bom ouvinte de forma a acolher aquele que quer desabafar com você.

Por vezes, ouvir quem precisa desabafar, poderá significar que você salvou alguém de um estado depressivo ou de uma condição mais grave.

Escute o seu próximo, mas escute realmente, com verdadeira e profunda atenção.

Peça iluminação Divina, para que possa falar, em retribuição, as palavras necessárias e certas nos momentos propícios e que elas representem o elixir na vida de sedentos de vida.

Escute mais e fale menos!

Escute o suficiente e além dele, mas fale o menos possível.

Palavras têm força e não poderão ser desperdiçadas; palavras acolhedoras têm ainda mais força e salvam vidas retirando-as do fundo de precipícios.

Não deixe de cumprir promessas e, para evitar que não as cumpra, faça, antes de falar, o que irá fazer.

Fale menos, faça mais e não deixe a mão esquerda saber o que a direita praticou.

Falando em mãos, normalmente temos duas, assim como as pernas, grande sinal corporal este, que designa que deveremos fazer mais e falar menos, já que possuíamos somente uma boca.

Portanto, no seu dia a dia, em qualquer ambiente ou situação, no trabalho, em casa, em reunião familiar, durante a viagem e, em qualquer lugar.

Enfim, fale menos, escute e faça mais! Você ganhará muito com tal atitude!

PENSE NISTO

Hoje dia 15 de julho é comemorado o DIA DOS HOMENS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *