Segundo a Polícia Civil, homem era vizinho da vítima, um menino de nove anos. Crime aconteceu em Capitão Enéas. Garoto ainda era abusado pelo padrasto, que está sendo procurado pela Justiça.

Um foragido da Justiça por estupro foi preso enquanto tentava tirar a identidade na Unidade de Atendimento Integrado (UAI) em Montes Claros (MG), nesta terça-feira (13).

Segundo as informações da Polícia Civil, um menino de nove anos era abusado por ele e pelo padastro em Capitão Enéas (MG). Por conta da violência sexual, a criança contraiu sífilis. O criminoso, de 47 anos, era vizinho da vitima. O padrasto continua foragido.

Segundo o delegado de plantão, Daniel Botelhos Almondes, a Polícia Civil foi acionada por uma funcionária da UAI, depois que ela verificou a existência de um mandado de prisão contra o homem.

A delegada Juliana Grace Guedes Antunes, titular da comarca de Francisco Sá e que também atende Capitão Enéas, afirmou ao G1 que os atos de violência sexual foram cometidos em 2017. Ela ainda disse que o menino tem deficiência mental leve e faz acompanhamento com psicólogos.

Juliana Antunes explicou que a criança contou sobre os abusos para uma prima, que acionou o Conselho Tutelar. Em seguida, os fatos foram comunicados para a Polícia Civil, que fez o pedido de prisão preventiva em novembro de 2017. Desde então, os dois investigados pelos abusos estavam foragidos. Agora, somente o padrasto está sendo procurado.

Ainda segundo a delegada, a mãe da criança vítima dos abusos, havia solicitado uma medida protetiva, baseada na Lei Maria da Penha, pois era agredida pelo companheiro, padrasto do menino.

Fonte/ Fotos: G1 Grande Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *