Neste sábado (25/04), a polícia civil prendeu dois instrutores de autoescola, em Montes Claros, que estavam ministrando aulas para condutores inabilitados usando veículos que não são apropriados.

O delegado Jurandir Rodrigues, chefe do 11º Departamento de Polícia Civil e Presidente da Banca Examinadora na cidade, explica que a aplicação dos exames, que estava suspensa por conta da pandemia, foi retomada no dia 13 deste mês.

“Desde então, a Polícia Civil vem recebendo denúncias de que instrutores estariam utilizando veículos particulares para ministrar aulas na área de exames no bairro Jardim São Luiz.”

A partir das informações, policiais civis começaram a monitorar o trajeto para verificar a veracidade dos fatos.

“Hoje, durante fiscalização realizada pelos examinadores, foram abordados dois instrutores em dois veículos particulares. Veículos esses sem o duplo comando de freio e embreagem, colocando em risco a integridade física não somente dos condutores, alunos inabilitados, mas dos próprios usuários da via pública.”

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, além do duplo comando, os veículos de autoescola precisam estar devidamente identificados com uma faixa amarela, de 20 centímetros de largura, pintada ao longo da carroçaria, à meia altura, com a inscrição AUTOESCOLA na cor preta. Devem possuir ainda o nome do Centro de Formação de Condutores (CFC).

Os dois homens foram levados para a delegacia e assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência por crime de entregar direção para pessoa inabilitada. Também foram feitas autuações para os veículos pela mesma prática delituosa.

Fonte: g1.globo.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *