Grupo atuava em crimes de explosão a caixas eletrônicos e carros-forte com ramificações na Bahia e Goiás. Contra Edson dos Santos Queiroz havia mandados de prisão em aberto por homicídios e roubos.

Um homem morreu no terceiro confronto com a Polícia Militar, na manhã deste sábado (28), na zona rural de Padre Carvalho, no Norte de Minas. De acordo com a PM, Edson dos Santos Queiroz, de 34 anos, é líder da quadrilha especializada em roubos a banco e carros-forte com ramificações na Bahia e Goiás. Ao todo, nove integrantes morreram em tiroteios registrados desde quarta-feira (25).

A PM informou que o confronto aconteceu em uma área de plantação de eucaliptos; a suspeita é que dois fugitivos continuam na vegetação, armados. Uma aeronave e policiais de Minas Gerais e da Bahia continuam as buscas. Cães farejadores também participam da operação.

Seis homens morrem em confronto com a Polícia Militar, no Norte de Minas

Uma arma e munições foram apreendidos. Desde quarta (25), fuzis, munições e cerca de 400 quilos de explosivos foram recolhidos e passarão por perícia.

Em nota ao G1, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia informou que contra Edson dos Santos Queiroz havia mandados de prisão em aberto por envolvimento com homicídios, roubos, entre outros crimes. Ele também é apontado como líder de uma facção de traficantes em Salvador.

De acordo com os serviços de inteligência das Polícias de Minas Gerais e Bahia e da Polícia Federal, o grupo estava na região para roubar um carro-forte. Nenhum militar se feriu.

Fonte/Fotos: Grande Minas/InterTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *