O secretário municipal Paulo Ribeiro foi escolhido para receber a Medalha de Honra de Montes Claros, no dia 3 de julho, quando comemora 163 anos que foi elevação de Vila a Cidade. É a maior comenda da história da cidade e tem um aspecto curioso: ele dividirá com o empresário Josué Gomes, da Coteminas, o privilégio de serem os únicos filhos que foram agraciados com a comenda, pois tanto o ex-prefeito Mário Ribeiro como o então vice-presidente José Alencar foram homenageados. A proposta de resolução da Mesa Diretora deu entrada na terça-feira e deverá ser votada no dia 30 de junho, três dias antes da solenidade. O curioso é que a Câmara Municipal ainda não definiu como será a entrega, pois a lei municipal impede a aglomeração de pessoas por causa da pandemia coronavírus.

Porém, um grupo de historiadores e professores de Montes Claros deu inicio a uma campanha para aproveitar os impactos da Pandemia Coronavírus que impediu qualquer evento na cidade, no dia 3 de julho, para propor à Prefeitura de Montes Claros que retome com a comemoração respeitando a data oficial de criação do município de Montes Claros, ou seja, 16 de outubro, conforme projeto aprovado em 2002 que criou o “Dia do Município”. Desde o ano de 1957 que passou a comemorar o aniversário da cidade em 3 de julho, confundido erroneamente como emancipação político administrativa, para justificar comemorar o centenário naquele ano. 

Os professores Marcos Fábio Martins e Laurindo Meike lembrar que em outubro de 1831 o Império determinou a emancipação de Montes Claros. No dia 16 de outubro de 1832 foi instalada a Câmara Municipal e o novo município e tomou posse o agente executivo, equivalente a prefeito da época. Eles lembram que Hermes de Paula, idealizador do centenário de 1957 nunca confundiu a transformação do nome do município de Montes Claros, tirando a Formigas do nome, nem a elevação da sede do município já existente à categoria de cidade e ele destaca em seu livro que 16 de outubro é o dia mais importante de Montes Claros. A confusão entre elevação da sede do município com emancipação político-administrativa se deu nos anos 1980 e 1990.

Agora, a proposta é convencer o prefeito Humberto Souto a corrigir a data, inaugurando em 16 de outubro desse ano a Cidade Administrativa e promover sessão na Câmara Municipal. Marcos Fábio Martins entende que pode manter a data de 3 de julho, referente à cidade, mas respeitando a data oficial de 16 de outubro. (GA)

Fonte: https://gazetanortemineira.com.br/noticias/cidade/medalha-montes-claros-sera-concedida-a-paulo-ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *