Levantamento foi divulgado pela Defesa Civil. Segundo a Copasa, dez cidades passam por racionamento de água.

Minas Gerais tem 172 cidades em situação de emergência por conta de estiagem e seca, segundo levantamento da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil divulgado nesta segunda-feira (22). A condição é observada principalmente na Região Norte do estado.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em Januária, por exemplo, a última chuva registrada foi em 14 de abril. “Em cidades como Espinosa, Monte Azul e Montalvânia, a estação seca começa mais cedo”, explicou Anete Fernandes.

Pelo menos dez cidades atendidas pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) enfrentam rodízio e racionamento. São elas:

Águas Vermelhas
Belo Oriente ( Bom Jesus do Bagre, Perpétuo Socorro e São Sebastião de Braúna)
Capitão Enéas
Cristália
Divisa Alegre
Nova Módica
Pedra Azul
Taiobeiras
Urucânia (Bom Jesus de Cardosos)
Ainda segundo Anete Fernandes, meteorologista do Inmet, historicamente, a chuva começa a voltar na Região Norte em outubro. Neste mês, no ano passado, 102 cidades estavam em situação de emergência em Minas Gerais.

Fonte e Fotos: G1/ Minas Gerais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *