A Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros publicará ainda este mês o edital para contratar os hospitais e médicos que farão o maior mutirão da história do Norte de Minas para acabar com as filas de exames, consultas e cirurgias eletivas pelo Sistema Único de Saúde. Ontem de manhã, a secretária municipal de Saúde, Dulce Pimenta, se reuniu com o deputado federal Marcelo Freitas e os dirigentes dos hospitais para receber oficialmente o comunicado. Serão aplicados R$6 milhões neste projeto e, com isso, atender mais de 85 mil pessoas que aguardam este tratamento e se constituem no maior repasse da história do Norte de Minas para um projeto de saúde.

A reunião no gabinete do deputado Marcelo Freitas em Montes Claros. Ele salienta que a iniciativa de implantar esse projeto é para atender as pessoas que aguardam há mais de cinco anos, algum tipo de exame, consulta especializada ou cirurgia pelo SUS, mas que não conseguem, pois com os baixos valores da tabela do SUS, se torna inviável. Ele afirma que em alguns procedimentos, o valor a ser pago nesse mutirão criado será cinco vezes maior ao valor pago pelo SUS, como forma dos profissionais ficarem incentivados. Os tratamentos serão de prioridade de neurologia, ortopedia e urologia, que apresentam as maiores demandas.

Na semana passada, em discurso na Câmara dos Deputados, o deputado Marcelo Freitas observou que o interior mineiro vive uma situação peculiar, pois é mais uma década as enormes filas da saúde, com os pacientes aguardando as cirurgias eletivas e consultas W, que é com especialistas. Na sua visão, o SUS não tem funcionado como deveria e por isso, a decisão de liberar os R$6 milhões para resolver as filas eletivas, principalmente nas áreas de neurologia, urologia e ortopedia. Marcelo Freitas acredita que essa verba permitirá aos hospitais pagarem um extra aos médicos, para que eles façam mutirão e acabe com essa fila, onde têm pacientes aguardando atendimento há cinco anos.

Fonte e Foto: Gazeta Norte de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *