Ministro acatou o pedido de Gilmar Mendes e suspendeu o porte de armas do ex-procurador geral da República

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu o porte de armas do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot e o proibiu de se aproximar dos ministros da corte. Moraes editou uma medida cautelar que limita a distância que Janot pode chegar dos ministros a 200 metros. O ex-procurador também está proibido de entrar no prédio do STF.

Moraes também ordenou que o depoimento de Janot seja recolhido. Nesta sexta, o ministro ordenou que a Polícia Federal cumprisse mandados de busca e apreensão em endereços do ex-PGR. Como justificativa, Moraes disse que a medida serviu “para evitar a prática de novas infrações penais e preservar a integridade física e psicológica dos Ministros, advogados, serventuários da Justiça e do público em geral que diariamente frequentam essa Corte”.

Fonte/ fotos: em.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *