Na vida existe o amor da sua vida, e o amor para sua vida. Já perceberam isto? O amor da sua vida sempre será o seu ponto fraco por muito tempo! 

Acredito, sim, em amores para toda a vida,
e além da vida, pois seria um tipo de amor unido à própria alma, e sem alma a vida não tem razão.

Mesmo porque o amor é  aquele sentimento que te faz perder sono, que te faz perder a fome e que ao mesmo tempo te abre o apetite e te faz sonhar.

É aquele amor que te cega e te faz ver, que te faz chorar e enxuga as lágrimas que ele mesmo causou. É é aquele sentimento que você sempre vai ter como sua franqueza mesmo nunca dando certo. 

Mas o amor para sua vida é aquele que dá certo, que é recíproco, que tem diálogo, e maturidade.

É aquele que te aquece ao invés de pegar fogo, é aquele que te segura a mão ao invés de fazer você correr atrás, é aquele que voce dorme a noite tranquilo, sabendo que a pessoa só tem olhos, boca e coração para voce, sem nenhum tipo de aventura!

A vida  segue. Mas o que foi bonito fica com toda a força. Mesmo que a gente tente apagar com outras coisas bonitas ou leves, certos momentos nem o tempo apaga.

E a gente lembra. E já nem não dói mais.

Mas dá saudade. Uma saudade que faz os olhos brilharem por alguns segundos e um sorriso escapar volta e meia, quando a cabeça insiste em trazer a tona, o que o coração vive tentando deixar pra trás

E talvez seja esse o maior dilema da vida, ficar com alguém por quem você daria o mundo, ou se permitir construir um novo mundo com alguém.

Há quem encontre tudo isso em uma só pessoa, mas isto não é regra.

Mas a maioria de nós, sempre terá na vida dois grandes amores: aquele que deu certo, e aquele que a gente queria que tivesse dado certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *