O governador Romeu Zema anunciou que as cidades de Montes Claros, Salinas e Taiobeiras contarão leitos de UTI, mas sem especificar a quantidade. Ele anunciou mais 79 novos leitos de UTI em Lavras, Itaúna, Ipatinga, Patrocínio, São Sebastião do Paraíso, Divinópolis, Ouro Preto, João Monlevade, Governador Valadares, Unaí, Teófilo Otoni, Salinas, Taiobeiras, Lagoa da Prata e Conselheiro Lafaiete. O GAZETA apurou que serão 14 em Montes Claros, cinco em Salinas e oito em Taiobeiras. Salinas não tinha leito de UTI. A região também contará com respiradores, dos 500 adqui-ridos pelo Estado, onde 420 foram com recursos da Ação Civil Pública movida contra a Samarco e suas controladoras ( Vale e BHP), a título de garantia do rompimento da barragem da mineradora em 2015, em Mariana. Os 80 restantes foram disponibilizados pelo Ministério da Saúde.Ele explicou que cerca de 320 respiradores são considerados não invasivos (beira de leito). Até o final do mês, o Estado receberá mais 100 respiradores, que estavam previstos para chegar em julho. Somados aos 80 do governo federal, 500 ventiladores passarão a equipar o sistema de Saúde do Estado. De acordo com Zema, dez respiradores já serão destinados para Governador Valadares ( Vale do Rio Doce) e mais dez para Diamantina (Central). Os critérios para distribuição são o déficit de leitos de UTI para enfrentamento da covid-19, a taxa de ocupação dos leitos de UTI, o percentual da população SUS dependente, a situ-ação epidemiológica da região (velocidade de transmissão da doença e número de casos novos) e a disponibilidade de ampliação de lei-tos apontado pela região no plano de contingência macrorregional.

Fonte: Gazeta Norte Mineira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *